Translate

Olá amores! Hoje trazemos para vocês mais uma linda história de namoro à distância, e quem conta a história é a Danielle! Vamos ver?


"Recordar é reviver!" E como é bom poder reviver através das nossas lembranças, momentos que marcaram nossa vida.  Toda vez que falo da minha história com o Daniel fico emocionada, sinto meu coração se preencher todo de gratidão, eu o conheci em uma das fases mais lindas e importantes da minha vida, e isso torna todo contexto desse romance um tanto quanto mágico e extremamente especial pra mim. Em resumo, passei por um ciclo muito parecido com aquele filme Comer, Rezar e Amar sabe?! E o Dani foi e é esse AMAR!

Bom, eu moro em São Paulo mas fui fazer minha pós graduação em Belo Horizonte, minhas aulas aconteciam 1 ou 2x por mês, aos fds. Eu já estudava lá à quase 1 ano e não conhecia nada em BH além da faculdade, hotel e aeroporto, como as aulas eram em período integral, ninguém nunca tinha pique pra sair, foi quando decidi baixar o Tinder rs. afinal eu não queria me formar sem conhecer a cidade e não ia fazer isso sozinha.
Foi dar "match" pra começarmos a conversar e nunca mais pararmos! hahaha nos falávamos diariamente, o papo fluía naturalmente, tivemos uma afinidade imediata.
Bem, depois de um mês conversando, chegou o dia do nosso tão esperado primeiro encontro, Passamos a noite toda falando sem parar, eu eufórica com todas as coisas que vinha aprendendo sobre auto-conhecimento, energia, astrologia, meditação, terapias alternativas (essa era a fase do Rezar rss) e ele geminiano curioso que é, concebia tudo com o maior entusiasmo, claro que isso também fazia parte do "jogo da conquista" né?! Que por sinal funcionou muito bem, porque o interesse que demonstra pelos meus assuntos até hoje é uma das qualidades que eu mais adoro nele. Não rolou NADA aquele noite, ainda estávamos meio tímidos nesse sentido, mas ficou aquele gostinho de quero mais. E lá se foi mais um mês de proza até o encontro seguinte, nessa altura já estávamos "flertando" escancaradamente, imagina o tamanho da expectativa! rs.
Enfim chegou  o grande dia, lembro e sinto como se fosse hoje, o frio na barriga quando ele avisou que tinha chegado no hotel, meu coração quase saiu pela boca, foi LITERALMENTE INESQUECÍVEL, assim que ele me viu abriu os braços e um sorriso liiindooo, os olhos dele brilhavam de um jeito que nunca vi na vida, corri pra ele e nos beijamos, foi PERFEITO (como ele mesmo disse assim que nos soltamos). Desconfio que eu tenha me apaixonado aquela hora, mas guardei  essa sensação lá no fundo da alma, porque era cedo demais né?! rs. Foi um fim de semana maravilhoso e desde então, toda vez que eu ia para BH a gente ficava, era impossível não me encantar com o Dani e por isso toda  vez que eu entrava no avião voltando para casa e pensava: "A gente não tem nada! A gente não tem nada! É só uma ficada! Concentra! Não se apaixona Danielle!" rss Como se eu pudesse enganar a mim mesma, me derretia toda por ele, mas acho que só me dei conta do quanto estava envolvida, quando descobri (fuçando o facebook), que ele ia sair com outra, claro que eu imaginava que ele ficava com outras mulheres, afinal a gente não tinha nada lembra?! rs. Mas ter certeza que isso ia mesmo acontecer doeu pra caramba, até porque quando aconteceu eu já não tinha mais vontade de ficar com ninguém, nem ficava, fui deixando outros "rolinhos" de lado sem nem perceber, só queria saber do Daniel.
Era carnaval, ele deu uma sumida aquele dia, como nunca tinha feito antes, senti ciúmes, raiva, tristeza, decepção, meu coração ficou partido, por conta disso decidi que não ia mais vê-lo, precisava parar, eu não tinha o direito de cobrar nada porque não prometemos nada um ao outro, era eu quem estava apaixonada, ele não tinha culpa. Pra minha surpresa eu nem precisei falar nada, o nosso silêncio por si só já deixou um clima estranho no ar, ele me ligou, hesitei em atender mas queria ouvir e com a voz embargada ele me contou tudo sem eu perguntar,  inclusive que estava apaixonado por mim e não conseguia mais fugir do que sentia (nem ficando com outra pessoa) e foi assim, no meio da nossa primeira DR em pleno carnaval, que ele me pediu em namoro e por toda verdade que eu senti nas palavras dele eu decidi aceitar. (Embora pra mim só tenha se oficializado mesmo quando ele veio pra cá.)
Desde o começo sabíamos que seria difícil, sempre digo que namorar à distância requer uma maturidade  emocional muito grande, caso contrário a gente enlouquece, a propósito eu só desenvolvi essa maturidade com esse relacionamento, que por sinal me fez conhecer um lado meu que eu nem sabia que existia, namorar com o Dani foi uma ponte e tanto pra me tornar uma mulher muito melhor, em vários sentidos. Mesmo a quilômetros de distância, sempre fomos muito próximos, com tamanha cumplicidade que muitas vezes casais vizinhos não tem! Sentia muito orgulho de nós, nosso namoro sempre foi muito gostoso, era sereno mas não era pacato, maduro mas leve, puro mas excitante, não sei explicar, só sei que era diferente de tudo que já tinha vivido, até porque quando eu conheci o Daniel, eu já tinha mudado muito comparado a como eu era no passado e por isso tudo me soava tão mágico, tão perfeito, era a pessoa certa no momento certo pra mim, tudo se encaixava, o momento que eu vivia o momento que ele vivia era uma troca  constante  de aprendizados, de doar e de receber, olhava pra ele e por dentro ficava agradecendo por estar vivendo aquilo.
Bom, com quase 1 ano que estávamos juntos, senti que o Daniel começou a esfriar, ficar mais distante, ele sempre foi extremamente carinhoso, mas já não era mais o mesmo, estava seco, sério e todos aqueles planos que antes fazíamos tão empolgados , começaram a mudar de tom, os detalhes que tornavam nossa convivência tão doce, começaram a se perder, não tinha mais o encanto que eu tanto amava na nossa relação, e a cada despedida eu ficava com coração na mão, pensando se a gente ainda ia se ver no próximo mês, se valia a pena ou não, principalmente  pq essa época da minha vida me gerou muito mais amor próprio e hoje definitivamente eu não sou mulher de me submeter a uma relação vazia. Mas eu acredito no amor e luto com todas minhas forças por ele se for pra ser feliz, o Daniel sempre foi um homem digno de tudo que eu dedicava, por isso estávamos juntos, era bom demais o que a gente tinha para eu desistir, além do mais todo casal passa por crises né?! Mas...a distância começou a pesar de uma forma grotesca e um buraco se abriu entre nós, e o inevitável aconteceu, acabou.
Foram dias bem difíceis, nem todo auto-conhecimento, terapias, meditações, mantras e métodos de auto-cura que aprendi foram suficientes pra me livrar da dor que senti em ver todos meus sonhos com ele virarem ilusão, não queria acreditar, passava tanta coisa pela minha cabeça...nossa senhora! Mas todo término é dolorido né?! Não há como fugir e nem devemos, porque faz parte do nosso crescimento. Eu oscilava entre amar, detestar, culpar, perdoar o Daniel, mandava mil mensagens, bloqueava, desbloqueava, dizia que nunca mais ia ligar, ligava! rs 
Mas o "bom" de ter passado por coisas muito piores antes de conhecê-lo é que eu estava na merda mas sabia que uma hora ia ficar tudo bem! hahaha  entre o intervalo de uma crise de choro e outra, eu recuperava minha serenidade e pensava no quanto eu tinha aprendido com isso tudo, o quanto eu já tinha me transformado. Era o fim de um namoro, não o fim do mundo! rs. 
Enfim, entre brigas e reconciliações com Daniel, 2016 chegou e junto dele a esperança de novos planos, sonhos e recomeços, eu já estava bem mais tranquila, com o passar dos dias o coração vai acalmando né?! Nos falávamos de vez em quando, quase não discutíamos  mais,  mas não queria ser "amiga" dele,  decidi cortar de vez qualquer contato, não por mal, mas porque eu precisava seguir, desapegar e cuidar de mim. E assim foi! 
Nesse tempinho de afastamento, surgiu a oportunidade de ir pra Austrália fazer intercâmbio e quer coisa melhor do que uma viagem dessas pra superar um término? Lá estava eu assinando o contrato e já imaginando o meu "Comer, Rezar, Amar - Parte 2" rss. 
Com 10 dias de viagem fechada, o Daniel me procurou, dizendo que ainda me amava, que sentia minha falta, não conseguia mais ficar sem mim, entre muitas outras coisas... Imaginem como eu fiquei! Eu jurava que ele nunca mais ia me procurar, que a gente nunca mais ia voltar, por mais triste que fosse eu já tinha me conformado com isso. Foi um baita choque, bom e ruim ao mesmo tempo... Fiquei muito feliz por ele ter voltado e triste por eu estar indo embora. 
Conversamos demais, até que decidimos voltar e aproveitar esse tempinho que nos resta, não da pra dar as costas pro nosso grande amor né?! E muito menos abrir mão de uma experiência como a que vou ter agora. 
Apesar de tudo, tem sido incrível essa fase com o Dani, nunca vi ele tão entregue, é uma delícia desfrutar desse sentimento como se não houvesse amanhã, embora a gente saiba que há e não da pra prever o que vai acontecer, mas seguimos acreditando no melhor pra gente. 
Sou muito grata por tudo que acontece nessa minha jornada, muita gente me pergunta como vou ter coragem de deixá-lo agora, mas  acredito  intensamente que nada acontece por acaso nessa vida, essa viagem vai ser incrível pra mim, por mais descabidas que as algumas coisas possam parecer, elas são e acontecem exatamente do jeitinho que devem ser, acredito e me firmo nisso sempre, Deus é maravilhoso com a gente, o que quer que aconteça é sempre uma dádiva porque nos faz evoluir como pessoas, seja na dor ou no amor e só depende de nós buscarmos um aprendizado em cada circunstância porque independente da situação ele sempre existe, "se não é benção é lição". Daniel tem me apoiado em tudo porque sabe o quanto isso significa pra mim. Além do mais se nosso destino for ficar juntos, não importa quando, onde, ou como, VAI ACONTECER! Porque quando é pra ser nosso tudo encontra uma forma de chegar até nós, no tempo certo e não é balela é pra isso que acontecem as mudanças  na nossa vida, pra que tudo se ajeite da melhor forma  pelo menos torço pra que assim seja! ❤
To be continue.... 

Bom gente, essa é mais uma linda história de amor e namoro a distância, sempre ficamos felizes em compartilhar cada vez mais histórias como esta, que seja apenas o re-começo e que sejam felizes sempre! Beijos!

3 Comentários

  1. Coitada de vc que acredita nele. Só rindo mesmo!

    ResponderExcluir
  2. ahhhh que linda história...Essa Dani é uma fofa mesmo!!!

    ResponderExcluir
  3. Linda história espero de coração que vocês sejam felizes, e estou começando a viver a minha também espero poder contar um dia...

    ResponderExcluir