onkeydown='return false'onselectstart='return false'

SOCIAL MEDIA

Translate - Traduzir

20 outubro 2013

Namoro à distância: História das leitoras



Oi gente! O blog está meio parado ultimamente, pois a faculdade/estágio vem ocupando muito a minha vida e a da Késsia. E, no momento estamos sem nenhuma colaboradora, vou até falar aqui que quem quiser ser colaboradora do blog deixe uma mensagem no email, ou na página do blog, que lá conversamos melhor! Enfim, hoje estou postando mais uma história de amor a distancia das leitoras. Gente, eu fico tão feliz quando recebo um email com uma linda história de amor assim. Vocês me motivam mais e mais para continuar lutando, e não desistir jamais. AMEI demais essa história da Thays, belas palavras, lindo o amor de vocês. Espero que vocês consigam se encontrar e viver esse romance lindo!

A história:


Olá, meu nome é Thays, tenho 20 anos e vou contar um pouco da minha história de amor à distância. 
Bem, como a maioria dos relacionamentos à distância, começou por meio da internet, precisamente, Facebook. No dia 18 de maio desse mesmo ano. Ele havia me adicionado dia 15 de maio, eu aceitei, e acredite, por pura obra do destino, pois eu não tinha o costume de aceitar pessoas desconhecidas, tão pouco sem nenhum amigo em comum. Mas, por algum motivo (que hoje sabemos), eu aceitei. No sábado do dia 18 ele puxou papo comigo no bate-papo, um "Oi!" meio como quem não quer nada. Eu respondi da mesma forma. Logo pensei: "Lá vem mais um chato!". No entanto, ele não tinha nada de chato. Sua conversa era encantadora, e ficamos ali conversando via bate-papo por mais de 7 horas. É, muito, não é? Em um único dia de conversa parecia que já nos conhecíamos há muito tempo. E olha, pra minha surpresa, ele já me conhecia de outra rede social (Orkut). Onde lá, ele sentia raiva de mim por não ligar que a ex-ficante dele mandasse depoimentos para o meu ex-namorado. Incrivelmente, foi assim. Nossos dias, a partir daquela hora (23:35), foram regadas diariamente por mensagens e conversas. E em cada dia eu ficava mais encantada por aquele ser que me parecia ser tão cheio de tudo que eu precisava nos meus dias loucos. Passaram-se dias, e um mês depois aconteceu a primeira ligação. Meu Deus, aquela voz me deixou com o coração em descontrole total e extremo. Inexplicável o que senti. Começamos a conversar via telefone, uma ligação que durou de 00:00 até 08:00 da manhã. Não ficamos acordados até as 08:00. Não. Ele disse que iria deixar o telefone na chamada para que assim nós pudéssemos, de alguma forma, dormir juntinhos. E foi lindo, porque a sensação era de que ele estava ali comigo, deitado na cama ao meu lado. Quando acordei, a chamada ainda estava ativa, e do outro lado eu ouvi um "Bom dia, amor!" que me fez sorrir o sorriso mais sincero que alguém pode dar. Minha manhã havia começado tão bem com a voz dele do outro lado me desejando um bom dia, e eu tive mesmo. Os dias continuaram assim: com ligações. E aquela sensação de se estar cada vez mais apaixonada era nítida, sabe? Ele ia me ganhando a cada palavra, a cada risada... Tudo era como se ele estivesse aqui, em minha frente mesmo. Eu sou estudante de Biomedicina, e ele faz Medicina, então, tinha dias que eu precisava de ajuda em alguma disciplina e ele me ajudava. E eu passei em uma por causa da ajuda que ele me deu. Eu não vou mentir, fui eu quem o pediu em namoro, e ele dizia que não era pra ter pressa, que queria fazer do jeito dele. Mas eu ficava emburrada, pois achava que ele não queria o mesmo que eu. Mas, dois dias antes do dia dos namorados, recebi uma carta. Meu coração ficou em estado de êxtase, pois quem me conhece sabe o quanto sou apaixonada por cartas, e o quanto amo recebê-las. Ainda mais quando o remetente era especial. E ele era/é. Na carta ele falou coisas lindas, declarando seu amor por mim, e no final pediu-me em namoro. Não preciso dizer que chorei horrores. Foi sem explicação. Eu já estava em estado grave de amor por ele. Nossa vontade de nos encontrarmos era cada vez maior e constante, porém, tinhamos algumas dificuldades por conta da distância. Ah, não falei que ele é da Bahia (Vitória da Conquista) e eu de Sergipe (Aracaju). Fomos fazendo planos e mais planos. Sabíamos e ainda sabemos da dificuldade de um relacionamento assim. Mas descobrimos um no outro uma força que não conseguia deixar que isso nos abalasse e, tão pouco, nos separasse. Um mês depois do pedido de namoro, houve um acontecimento que nos separou (que não vem ao caso). Ficamos, mais ou menos, um mês sem nos falar. E era tão difícil acordar e não saber que ele estava na linha, acordando comigo. Sim, nós dormíamos com o telefone ligado. Porém, pouco tempo depois, nós percebemos o quanto precisávamos um do outro, o quanto nos fazíamos felizes mesmo com toda uma distância. E então, nos reaproximamos e tomamos nossos hábitos de ligações diárias, preocupação um com o outro, mensagens, declarações, emails, cuidados (...) E estamos juntos até hoje, compartilhando cada dia um com o outro. Devo dizer que além de sentirmos esse amor tão forte, nós nos descobrimos muito companheiros, cúmplices, e melhores amigos. Eu o conheço e sei quando está mal ou precisando de algo, e ele me conhece muito bem. Acho que até mais que eu mesma (risos). Estamos nos programando para nos conhecermos em Dezembro (dia 21), e meu coração fica cada vez mais acelerado quando penso que vou poder tocá-lo, abraçá-lo, beijá-lo e olhando nos olhos dele dizer o quanto ele significa pra mim. Com ele eu descobri que amor não é somente feito de contato físico diário. Amor é muito mais que isso. Amar é saber esperar, perdoar, sentir e saber o que sente. Valorizar. O amor que eu sinto por ele é a coisa mais linda que já senti. E pode ter certeza que em meus 20 anos de existência não senti nada igual. Ele é muito mais do que eu pedia a Deus em orações. Ele é aquele anjo que eu sabia que me protegia e iria chegar pra mim. Ele chegou. O bem que ele me faz, ninguém mais consegue proporcionar. E por mais distantes que estejamos, conseguimos sentir a presença um do outro. Todos os dias nós "dormimos juntos", a chamada fica até o outro dia, e quando ele acorda antes de mim e sai, me deixa uma mensagem como se estivesse deixado na escrivaninha, entende? E todos os dias eu acordo feliz por tê-lo comigo. Claro, existem as brigas, pois também existe o ciúme. Mas quando a gente ama alguém assim, nessa proporção, sabemos deixar o orgulho de lado e trazer a pessoa amada de volta. Minha admiração e orgulho crescem junto com o amor. Pois, eu vejo nele um ser maravilhoso, cheio de princípios e valores. E tem sido esses princípios que me fazem acreditar cada dia mais que ele é o que eu quero pra minha vida, é a certeza que me faz esperá-lo o tempo que for. 
Bom, essa é a minha história de amor à distância. Ou, pelo menos, o resumo dela. Espero que tenha servido de motivação pra alguém. E espero que as pessoas entendam que o amor vai muito mais além do que pensamos, e nos leva muito mais além também. Que distância nenhuma é capaz de impedir a felicidade de duas pessoas que se querem e se amam de verdade. Pois, mesmo que dure o tempo que for, a distância vai acabar um dia, e a felicidade de poder estar com a pessoa que ama vai ser muito mais recompensadora. Então, nunca desistam do amor, por mais que haja dificuldades. Afinal, o que é fácil muitas vezes não vale a pena. Lute! Corra atrás. Não há sensação melhor que a de saber que se está lutando por algo que te faz bem. E não se importe com opiniões alheias (que sempre vão haver), pois o que você sente é seu, e não é de importância de mais ninguém. Certo?

Beijos, e obrigada por esse espaço para que possamos falar um pouco do que sentimos e de cada sorriso que o amor trás. Adorei deixar minhas palavras aqui. 


Atenciosamente,
Thays Ribeiro
E quem quiser enviar sua história de amor para o blog é só escrever e enviar para o nosso email primeiroencontroxx@gmail.com Não precisa só ser namoro a distância, qualquer história linda de amor a gente compartilha aqui no blog. Beijos, e até a próxima!

Comente com o Facebook:

Um comentário :

  1. Olá linda =3
    Amei o post ><

    Pode seguir meu novo blog?? Já sigo o seu!! E se quizer uma afiliação, comenta lá no meu blog !!

    Bjo !

    Book of Isis - http://book-of-isis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir