Translate


Olá! Hoje vou compartilhar com vocês mais uma história de amor à distância. Até agora só recebemos histórias de namoro à distância... Porém, qualquer pessoa pode enviar sua história de amor para o blog. É só escrever a história e enviar para nosso email: primeiroencontroxx@gmail.com. 




Bom.... Meu nome é Andrielle, e vou falar sobre o meu namoro à distancia. 

Eu namoro a distancia há três anos sem nunca ter o visto , e é muito dificil por conta das enumeras brigas e ás vezes eu só queria terminar tudo com um abraço.

Talvez a minha historia seja um pouco mais complicada pelo fato de eu ter Transtorno Bipolar e foi a partir dai que nos conhecemos. Foi em um jogo chamado Habbo, eu geralmente jogava pra ficar sozinha, fugir um pouco do mundo real... Até que um dia apareceu alguém que queria me ajudar a qualquer custo e eu achei aquilo estranho, e ao mesmo tempo engraçado... Eu o adcionei no MSN, e a partir dai começamos a conversar, ele era o meu psicólogo e melhor amigo até dizer pra mim a frase que eu sempre tive medo: " Eu te amo " e então paramos de nos falar por um ano, quando voltamos a nos falar ficou claro pra mim que era ele o que eu sempre quis, e a partir dai não nos largamos mais... Até que brigamos e ele começou a namorar com outra menina, e ele disse pra mim que gostava dela, foi como se meu coração virasse pó. 
Tempos depois ele mandou mensagem pra mim dizendo que me amava e eu o ignorei, mas meu amor por ele é tão grande que resolvi dar outra chance pra nós... Aos poucos ele está ganhando minha confiança outra vez . Eu o amo mais que tudo e esse medo todo que eu tinha de me apaixonar está passando.
 A distância doi muito, machuca pra valer, mais isso não vai nos separar. Eu sou de Aracaju- SE, e ele de Sena Madureira - AC.  Fora isso, ainda tem a mãe dele que não gosta de mim, ela é muito religiosa e acha que sou uma pedófila kkk. Bom... essa foi minha história, beijos e espero que gostem!

 Muito obrigada por nos contar sua história de amor Adriele, adorei! Muita felicidade para os dois! 
Quem curtiu? 

Deixe um comentário